Assine o abaixo-assinado em defesa da AMS

Intenção da Petrobrás é privatizar o plano de saúde dos petroleiros

Em plena pandemia e sob a alegação de reduzir custos, a Petrobrás anunciou recentemente  que pretende economizar 6,3 bilhões de reais, em dez anos, a partir de um novo modelo de gestão da AMS, com a criação de uma fundação ou associação.

A ideia é contratar uma empresa “com expertise na gestão de planos de saúde” para gerir o plano. Ou seja, em outras palavras, a clara intenção é privatizar a AMS para atrair companhias que vivem do mercado da Medicina e a da Saúde.

A medida é absurda. Se a AMS, que é um patrimônio histórico da categoria, for entregue ao mercado da saúde, certamente os aposentados, pensionistas, trabalhadores da ativa e seus dependentes correm grande risco de ver uma drástica redução da qualidade do seu plano de saúde, além da restrição dos seus atendimentos e o aumento significativo dos seus descontos.

Portanto, é hora de lutar em defesa do plano de saúde que é garantido no Acordo Coletivo de Trabalho. Com certeza, uma das maiores conquistas dos petroleiros.

Para deixar claro o descontentamento da categoria foi criado um abaixo-assinado online, para colher assinaturas contra mais esse ataque.

Para assinar, clique no link: https://www.change.org/SAÚDE_é_FUNDAMENTAL_é_VIDA

Fonte FNP/Sindipetro-SJC

Comente com o facebook
Compartilhe: