Contratados pela Nova Rio, terceirizados retornam mas não recebem da Fórmula Serviços

Os trabalhadores e trabalhadoras prestadores de serviços terceirizados de Portaria e Recepção para a Petrobrás que eram funcionários da Fórmula Serviços voltaram as suas atividades, desta vez contratados pela Nova Rio.

Em 27 de fevereiro, a Petrobrás anunciou o rompimento do contrato com a Fórmula: “A mudança ocorre por conta da impossibilidade de sanar os problemas na prestação de serviços do fornecedor Fórmula Serviços e Construção Ltda, o que levou à rescisão por parte da Petrobrás. A companhia está acompanhando a regularização do pagamento de verbas salariais e rescisórias dos prestadores de serviços” – informa a mensagem destinada à força de trabalho dos imóveis de Brasília e Rio de Janeiro, enviada pela Petrobrás.

Mas a rescisão e posterior pagamento de dois meses de salários, ressarcimento de Ticket Refeição e Vale Transporte e FGTS, além das verbas indenizatórias estão longe de ter uma solução. “Voltamos a trabalhar no dia 5 de março pela empresa Nova Rio. Provavelmente só iremos receber em juízo, porém a informação que temos é que o valor que iria ser destinado ao pagamento direto para a Fórmula está retido. No caso eles não vão receber, e nós só poderemos receber esse valor pela justiça. A situação está difícil, apesar de ter sido chamados a trabalhar por outra empresa” – explica um funcionária que prefere não se identificar.

(Versão do impresso Boletim 60 do Sindipetro-RJ)

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste