Denúncia de assédio no EDISEN EDISEN

Denúncia de assédio no EDISEN

O Sindipetro-RJ, através do GT de Diversidade e Combate as Opressões, recebeu denúncia sobre um determinado empregado do EDISEN, Torre A, que estaria assediando sexualmente e moralmente diversas mulheres e também homens.

Segundo relatos, o assediador já forçou, inclusive, contato físico com algumas de suas vitimas. Funcionárias que trabalham no andar informam que evitam ficar até tarde com medo de sofrerem alguma violência. A situação já acontece há tempos e parece ser de conhecimento das lideranças do empregado.

O sindicato informa que vai apurar essas denúncias e pretende tomar as medidas cabíveis para resolução do problema. “Nós nos colocamos contra qualquer tipo de assédio e violência no ambiente de trabalho, e consideramos um absurdo o que esta acontecendo em uma unidade da Petrobrás. Aparentemente existe uma situação de impunidade que compromete a saúde das pessoas, passando sensação de insegurança nas dependências da companhia, cobramos providências imediatas para o que está acontecendo” – afirma Moara Zanetti, diretora do Sindipetro-RJ.

(Versão do impresso Boletim 60 do Sindipetro-RJ)

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste