Dois anos de impunidade, quem mandou matar Marielle e Anderson?

Em 14 de março serão completados dois anos do assassinato de Marielle Franco e de Anderson Gomes, uma brutal execução que escancara a impunidade com diversas suspeitas de envolvimento de políticos, ins­tituições estatais, e que até agora não apresenta nenhuma solução. Mariel­le,mulher, negra, mãe, LGBT, militante, quinta vereadora (PSOL) mais votada no Rio . Uma lutadora contra a violência policial estimulada pelo Estado que assassina a juventude negra e pobre das nossas favelas e morros do Rio.

 

Versão do impresso Boletim 199 – Especial 8M

 

Comente com o facebook
Compartilhe: