É essencial lutar pelo Benefício-Farmácia

A proposta de remodelagem do Benefício-Farmácia (BF) encaminhada pela Petrobrás na minuta de ACT deste ano, se constitui numa medida disfarçada para inviabilizá-lo, colocando em risco a saúde e o bem estar de muitos petroleiros.

Preocupados com isso, um grupo de petroleiros da base decidiu dar visibi-lidade ao problema, criando uma comunidade na rede social corporativa, nomeada como “Desassistidos no novo Benefício Farmácia (ACT 2017)”, que já conta com quase 1400 pessoas.

Atendendo a essa demanda, o Sindipetro-RJ convocou duas reuniões no edifício Senado, realizadas nos últimos 15 dias, quando foram discutidas e aprovadas algumas propostas. O

Sindipetro-RJ vai solicitar ao RH informações detalhadas sobre cadastro e finanças do BF. No relatório apresentado pela Petrobrás as informações estão incompletas e defasadas.

Também se pretende dar maior divulgação aos depoimentos de petroleiros que precisam continuar a ser contemplados pelo BF, para amplia este debate e sensibilizar a categoria.

Uma das críticas mais recorrentes é o piso do valor de compra dos remédios a partir do qual haverá cobertura: R$ 150 reais por caixa ou recipiente comprado.

Na última reunião mensal dos aposentados, realizada no dia 5 na sede do Sindicato, a proposta do RH para o BF foi amplamente debatida, criticada e rejeitada.

Fique atento a novas iniciativas que convocaremos via boletim ou página do sindicato e mesmo que você nunca tenha feito uso do Benefício Farmácia participe da luta por nenhum direito a menos! É preciso manter a solidariedade da categoria.

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste