FNP exige prorrogação do ACT por mais um ano

A Federação Nacional dos Petroleiros e seus sindicatos não aceitarão que a Petrobrás se aproveite da pandemia para retirar direitos dos trabalhadores e precarizar ainda mais as condições de trabalho. A FNP exige a prorrogação do ACT para evitar um conflito trabalhista. Nesta quarta (24), a direção da FNP enviou ofício para a Petrobrás e gravou um vídeo para informar à categoria. Confira:

Rio de Janeiro, 24 de junho de 2020
FNP nº 035/2020

À Petróleo Brasileiro S/A – PETROBRÁS

Petrobrás Transporte S/A – TRANSPETRO

Petrobrás Biocombustível – PBio

Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil S/A – TBG

Assunto: Prorrogação do Acordo Coletivo de Trabalho Prezados(as) senhores(as),

Vivemos uma situação atípica no país e no mundo devido à pandemia de Covid-19. Também entendemos que deva ser preocupação constante dos gestores de qualquer empresa – e ainda mais em momentos como o atual – a preservação da segurança, da saúde e dos direitos sociais e econômicos de seus trabalhadores e, no caso da Petrobrás, a defesa de seu patrimônio e da continuidade operacional dos serviços essenciais à população para o combate ao coronavírus.

Aproxima-se a data-base da categoria e sabemos que muitas perdas foram impingidas ao nosso Acordo Coletivo ao longo dos anos. Justamente por isso faz-se necessário estabelecer as melhores condições possíveis para a negociação porvir.

Estabelecer o que supostamente seria um processo negocial – à toque de caixa e por videoconferência – em meio a uma crescente quantidade de adoecimentos e mortes nas áreas da Petrobrás, com tantas iniciativas ainda a serem tomadas para combater a pandemia (coisa que por si só já tem sido motivo de profundas divergências entre trabalhadores e gestores), é, sem dúvida, a pior opção.

Apelamos à responsabilidade da Direção do Sistema Petrobrás para evitar que um novo conflito trabalhista coloque a vida de todos em maior risco.

Neste sentido, a Federação Nacional dos Petroleiros – FNP e seus sindicatos Sindipetro-RJ, Sindipetro-SJC, Sindipetro-PA/AM/MA/AP, Sindipetro-LP e Sindipetro-AL/SE, nas atribuições que lhes concernem, objetivam por meio desta, estabelecer entendimentos visando a prorrogação do atual Acordo Coletivo de Trabalho, pelo prazo de um ano, a partir de 01/09/2020.

Sem mais,
Adaedson Bezerra Costa/Eduardo Henrique Soares da Costa
Secretaria Geral – Federação Nacional dos Petroleiros

Comente com o facebook
Compartilhe:
Tags:
,