Fórmula Zero no administrativo

Funcionários da Fórmula Serviços, empresa terceirizada no contrato de Portaria e Recepção com a Petrobrás, denunciam o atraso de um mês no salário, o recebimento irregular de ticket refeição e a falta de periodicidade na recarga de seus respectivos cartões de vale transporte.

O ticket refeição, que é parcelado em várias partes a cada mês, em fevereiro só contou com o depósito de cinco dias. Já os vales transporte, que são apenas carregados a cada quatro dias, ainda sofrem atrasos rotineiros. A situação afeta cerca de 130 trabalhadores e trabalhadoras em prédios administrativos como EDISEN, EDISE, EDIHB, CENPES, UTE-BLS/BF, dentre outros.

“Estamos vivendo dias de transtornos onde colegas de trabalho sequer têm o que comer e tampouco como arcar com suas despesas pessoais. Os funcionários apresentam um estado de desmotivação, sendo ainda muito cobrados por seus superiores” – denuncia uma funcionária que pediu anonimato.

Diante da grave situação, o Sindipetro-RJ cobra providências imediatas das direções da Fórmula Serviços e da Petrobrás para a resolução do problema que afeta diretamente esses trabalhadores em seus direitos e dignidade.

(Versão da edição impressa do Boletim VLIII)

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste