Moção do CES-RJ pede que Petrobrás se digne a tomar providências imediatas pela vida dos petroleiros

Na terça (23), em reunião extraordinária virtual, o Conselho Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (CES-RJ) aprovou Moção de Apoio à categoria petroleira. O colegiado do Conselho frisou que a categoria petroleira é “vítima do descaso da Petrobrás com a saúde do pessoal próprio e, principalmente, com os terceirizados durante a pandemia do novo coronavírus”.

Na Moção, foi feito detalhamento das atuais condições que a categoria tem enfrentado. O CES-RJ lembra que é “um órgão de caráter deliberativo, com finalidades específicas, inclusive para controlar e fiscalizar a execução das questões inerentes à política estadual de saúde em todos os seus aspectos econômicos e financeiros”.

Foi ressaltado também “o importante papel econômico e o regime de trabalho, levando a aglomerações e confinamento que facilitam a contaminação entre os trabalhadores, aumentando em muito os riscos de insalubridade e periculosidade a que estão sujeitos”.

O CES-RJ também aproveita a Moção para denunciar que os petroleiros encontram-se “sem acesso a testes rápidos, prevenção adequada”, que “o governo federal e a Petrobrás também têm omitido o número de casos infectados” e ainda querem o fim do isolamento social.

O CES-RJ finaliza a Moção, cobrando que Petrobrás se digne imediatamente a tomar toda a providência necessária para a resolução de tão grave problemática.

Conheça a Moção na íntegra: http://www.conselhodesaude.rj.gov.br/noticias/1000-ces-rj-aprova-mocao-de-apoio-a-categoria-petroleira-em-meio-a-pandemia.html

Comente com o facebook
Compartilhe:
Tags:
, ,