O comércio vai quebrar…Se privatizar…

Imagine como ficaria o comércio no Centro do Rio de Janeiro, quantas centenas de pequenos negócios falidos, quantos milhares de comerciários e outros trabalhadores desempregados se não houvesse o consumo pelos trabalhadores de estatais como Petrobrás, Eletrobrás, Banco do Brasil, Caixa Econômica, Correios, Casa da Moeda e BNDES ?

Como ficarão bares, restaurantes, lojas de vestuário, farmácias, lojas de departamento, consultórios médicos, o comércio no Saara, na Rua da Carioca, o Camelódromo, etc. com essas dezenas de milhares de antigos clientes agora desempregados?

As perdas com privatizações se refletem de várias formas. No Centro da cidade, por exemplo, onde ficam as sedes de empresas como Petrobrás, Banco do Brasil, BNDES, Caixa, Correios, Eletrobrás e outras, a perda de postos de trabalho provocaria prejuízo no comércio. A queda no movimento provocaria demissões. Os demitidos, não gastariam mais seu dinheiro no comércio da região, levando a um efeito cascata.

Aumentaria o desemprego, a violência, os assaltos. Isso não só no Centro da cidade, mas em todas as regiões onde estas empresas atuam. Se a situação já está difícil, acredite: ficaria pior!

As empresas estatais são conquistas do povo brasileiro. Foram construídas com muito investimento, sangue e suor do povo. Graças a essas empresas, uma riqueza enorme é produzida aqui dentro, gerando renda e empregos no nosso país.

A privatização da Petrobrás e demais estatais faz parte do mesmo pacote de maldades que acabou com a aposentadoria do povo, que quer congelar o salário mínimo e acabar com todos os seus direitos. Não podemos permitir que essa tragédia aconteça. Vamos somar forças! Lute conosco contra a privatização das estatais!

APOIE A GREVE DOS PETROLEIROS!

EM DEFESA DA PETROBRÁS E CONTRA AS PRIVATIZAÇÕES

Passeata quinta (13/02) 17h na Candelária com ATO na Cinelândia

Comente com o facebook
Compartilhe: