P-74 registra três acidentes em menos de seis meses

Essa é a situação enfrentada pelos trabalhado­res da Plataforma P-74, que começou a operar no Campo de Búzios, na Cessão Onerosa do Pré-Sal, na Bacia de Santos, dia 3 de março. A investigação dos acidentes, que ocorreram com 2 petroleiros próprios e um terceirizado da Petrobrás, vem sendo acompanhada pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa), formada há oito meses.

Com previsão inicial de entrar em funcionamento ainda este mês, a Plataforma P-75 só deve entrar em operação em outubro. A Petrobrás também planeja colocar em operação, até o final deste ano, também a P-76; a P-77, em 2019 e a Búzios 5, em 2021. Todas fazem parte do Plano de Negócios e Gestão da Petrobrás (PNG) para pleno funcionamento até 2022. Cada uma terá capacidade de processar, diariamente, até 150 mil barris de petróleo e 7 milhões de m3 de gás, segundo a Dire­toria de Exploração e Produção.

O Sindipetro-RJ vem acompanhando os acidentes e tem recebido questionamentos sobre a situação da super­visão de atividades de risco, tanto da P-74, quanto nas fu­turas plataformas. Existem dúvidas sobre se as inspeções de segurança estão sendo realizadas dentro das normas e com a regularidade necessária, seguindo o Padrão Padrão de Inspeção de Segurança Petrobrás (PE-3URI-01408). Outro ponto alertado pelos trabalhadores em relação a se­gurança das operações é que por serem plataformas novas, com pessoas embarcando nelas pela primeira vez, existe necessidade de treinamento constante e acompanhamento de profissionais experientes.

O Sindipetro-RJ esteve presente na reunião da Cipa da P-74 que ocorreu a bordo no dia 14/8. Nesta terça-feira, 28/08 ocorrerá a reunião da Cipa da P-75, onde o Sindicato também se fará presente. A Cipa da P-76 está em formação; a eleição vai até quarta-feira 29/08 e a posse está programada para 18/09. O SindipetroRJ também tem um grupo de comunicação via whatsapp para cada plataforma sob sua jurisdição. Participe !!!

Versão do impresso Boletim LXXXVII

Comente com o facebook
Compartilhe:
Tags: