Petrobrás é conivente com redução de salários e aumento da jornada de terceirizados

No último dia 22/11, os terceirizados da Petrobrás sofreram mais um brutal ataque: redução de salários e aumento da jornada dos contratados do RH da empresa.

Redução que já vinha ocorrendo desde a mudança de contrato anterior (em 2016), quando os salários foram cortados em 75%. Esses ataques aos direitos dos terceirizados também contribuem para a queda na qualidade dos serviços.

Se a Petrobrás retira direitos dos terceirizados, ela também tenta fazê-lo com os empregados próprios, como na campanha do ACT 2017. Por isso estamos todos (terceirizados e empregados próprios) no mesmo barco. Por isso temos de lutar juntos, unindo forças contra as tentativas de empresa de jogar a conta da crise sobre as nossas costas.

Nesta segunda 27, a partir das 17h30, no Sindipetro-RJ (Av. Passos, 34), vamos todos comparecer à plenária para organizar a greve petroleira que começa dia 29. Juntos somos mais fortes. Nenhum direito a menos!

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste