Plenária sobre PCR petrobras

Plenária sobre PCR

Na noite da última sexta-feira (17), o Sindipetro-RJ realizou a Segunda Plenária do PCR que debateu a imposição do novo plano de carreira da Petrobrás e como ele configura-se também como parte de uma ação para a privatização da companhia.

A mesa, organizada pelo Núcleo de Formação do Sindicato, e mediada pelo diretor do Sindipetro-RJ, Luiz Mário, contou com a participação do petroleiro integrante do GT-PCR, o engenheiro Eduardo Soares; Leonardo Fuerth e Claudia Nogueira de Faria, representantes dos Conselhos Federal e Regional de Administração; o advogado Ademar Arrais, representante da OAB-RJ, presidente da CAE – Comissão de Advogados de Estatais, sendo também Diretor do Sindicato dos Advogados do Rio de Janeiro; Jussara Ferreira, Diretora do CRESS, Conselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro, que atua na Comissão de Orientação e Fiscalização e Antônio Martins, petroleiro aposentado ex-diretor do Sindipetro-RJ e CREA-RJ.

“O problema da Petrobrás não é o seu funcionário que tem que mudar de plano de carreira, o problema é a gestão da empresa que nunca conseguiu fazer uma avaliação de resultado de trabalho de seus empregados, e não é com esse PCR que isso vai acontecer” – Disse o integrante do GT-PCR.

Plenária sobre PCR Leonardo Fuerth“Entendemos que o PCR apresentado fere de morte a legislação que regulamenta as profissões liberais” – Leonardo Fuerth, Conselhos Federal de Administração.

 

 

“Esse PCR da Petrobrás é totalmente inconstitucional” – Ademar Arrais, presidente da CAE – Comissão de Advogados de Estatais.Plenária sobre PCR Ademar Arrais

 

Plenária sobre PCR Antonio Martins

“A direção da Petrobrás, cumpre o que sempre defenderam os neoliberais de plantão, desde os anos 1990, quando FHC era presidente, já tratavam como genérica qualquer profissão, como nós profissionais de engenharia” – Antônio Martins, petroleiro aposentado.

 

“As mudanças propostas neste plano de carreira trazem consequências irreparáveis para os assistentes socais que trabalham na Petrobrás, com comprometimento aos usuários da área de Serviço Social da empresa” – Jussara Ferreira, diretora do Conselho Regional de Serviço Social do Rio de Janeiro.Plenária sobre PCR Jussara Ferreira

 

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste