Pressão da Transpetro contra a greve

Na última quarta (29), dia da greve petroleira, além de exigirem um ACT digno, os petroleiros da Transpetro (CNCL) protestaram contra as tentati- vas da empresa de pressioná-los e intimidá-los na véspera da paralisação. Durante a manifestação, os trabalhadores reafirmaram seu legítimo direito de se organizarem livremente nos locais de trabalho e de fazerem greve, conforme o disposto no artigo 9º da Constituição.

No mesmo dia 29 o Sindipetro-RJ enviou ofício à Gerência de Relações Sindicais da Transpetro, cobrando um posicionamento objetivo sobre a prática antissindical denunciada pelos petroleiros. Até o momento ainda não houve resposta, mas o sindicato continuará vigilante na defesa dos petroleiros e não admitirá qualquer restrição ao direito de organização e manifestação da categoria.

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste