Reembolso de medicamentos (BF) ainda suspenso por falta de sistema

Continua sem solução a retomada da ferramenta para o processamento das solicitações de reembolso de medicamentos do Benefício Farmácia.

A Petrobrás havia anunciado em maio a suspensão temporária, que impossibilitaria a requisição de novos reembolsos até o último dia 17 de junho.

Segundo a empresa, a mudança ocorreu em virtude do término do contrato vigente e da necessidade de ajustes da nova ferramenta para a solicitação dos reembolsos. A Petrobrás orienta aos beneficiários que guardem as receitas médicas e notas fiscais de compras de medicamentos, para apresentação, assim que a nova ferramenta for disponibilizada.

Não chega a ser novidade esse tipo de situação na Petrobrás, anteriormente já vivemos este tipo de problema, o que concretamente prejudicou os trabalhadores na obtenção dos reembolsos dos medicamentos comprados ao longo de um período, e que, contraditoriamente, depois do desserviço, a gestão da Petrobrás, unilateralmente e retroativamente, aplicou, descontos integrais de custeio mesmo não mantendo o devido padrão dos serviços.

 

Versão do impresso Boletim CXXVI

Comente com o facebook
Compartilhe: