Reunião dos Aposentados recebe representantes do Fórum em Defesa da Petros que explicam proposta alternativa ao PED RR PED

Reunião dos Aposentados recebe representantes do Fórum em Defesa da Petros que explicam proposta alternativa ao PED

Na última terça (4), a Reunião Mensal dos Aposentados apresentou um encontro com representantes do Fórum em Defesa da Petros. Em pauta a proposta alternativa ao PED.

A mesa foi composta por Vinicius Camargo (Sindipetro-RJ/FNP), Paulo Brandão (FENASPE), Rogério Derby ( adv. GDPAPE) e Paulo César (FUP), que também responderam perguntas da plateia presente no auditório lotado.

Reunião dos Aposentados recebe representantes do Fórum em Defesa da Petros que explicam proposta alternativa ao PED mesa PED

Na última sexta-feira, (30/11), o GT da Petros fechou por consenso a proposta alternativa ao Plano de Equacionamento do Déficit (PED) do Petros 1, e já encaminha nesta semana a proposta à direção da Petrobrás.

Em linhas gerais, a proposta alternativa ao PED visa diminuir os danos e o impacto sobre os participantes, preservando a estrutura do plano de Benefício Definido (PPSP), os direitos, cobrar responsabilidades e promover a sustentabilidade.

É uma contraposição técnica, política e jurídica à atual proposta de PED das direções da Petrobrás, Petros e dos governos de plantão, proposta que, a nosso ver, acabará por inviabilizar o PPSP (Benefício Definido), viabilizar um novo ataque com uma ampla, geral e irrestrita repactuação com o lançamento de um possível “novo plano” (Petros 3), anulando direitos, impondo calotes definitivos em prováveis passivos (dívidas) e nas fontes de custeio do plano e, por consequência, das aposentadorias.

O advogado do GDPAPE considera ter sido fundamental a busca de uma solução factível.

“Se não fosse essa quebra de paradigma, a união entre as federações e associações, não teríamos condições de propor muita coisa à Petrobrás e a Petros. Portanto, essa unicidade mostra que existe um objetivo comum: a salvação do plano Petros. Existem pequenas divergências sobre a proposta, mas que estão sendo devidamente superadas” – frisou.

A retórica adotada pelas direções da patrocinadora e da Petros sobre a existência um plano quebrado e sem solução é rebatida por Paulo Brandão, da Fenaspe.

“Precisamos entender a gravidade da situação, tendo em vista que a Petrobrás vai querer impor o Petros 3. Sabemos que essa proposta alternativa sacrifica os aposentados e ativos, mas diante do que temos hoje ela se apresenta como o melhor caminho. A Petros e a Petrobrás trabalham o tempo todo para mostrar que o Plano Petros I é insolvente, mas com essa proposta mostramos que podemos salvá-lo” – salientou.

Ainda esta semana, sexta-feira (7), o Fórum em Defesa da Petros se reúne no Sindipetro-RJ para afinar ainda mais a proposta.Pois, o tempo é curto e não se sabe o que vem por aí com o novo governo de Jair Bolsonaro.
A próxima Reunião dos Aposentados acontece no dia 8 de janeiro.

 

No programa “Aposentado, Presente!” uma edição especial sobre de como foi a reunião e a apresentação sobre a proposta alternativa.

 

 

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste