Rio recebe o I Encontro Nacional de Cervejeiras Feministas – parte 2

Nos próximos dias 19 e 20 de agosto ocorre no Rio de Janeiro o I Encontro Nacional de Cervejeiras Feministas – parte 2Mulheres cervejeiras

No sábado (19), às 9hs acontece uma brasagem (cozimento do malte) coletiva aberta feita por mulheres, seguida da abertura do evento com falas e rodas de conversa.  No domingo (20), a partir de 13hs, serão realizadas rodas de conversa a partir do eixo “Como permanecermos fortes: Perspectivas Feministas sobre o mundo da cerveja e do trabalho”. O encontro é organizado pelo Coletivo de Cervejeiras Feministas.

A discussão sobre o atual universo da cerveja artesanal, ainda machista, não destoa da realidade da sociedade em geral que vive uma onda de retrocessos e preconceitos.

“Somos mulheres que discutem, a partir da retomada da produção de cerveja por nós, espaços em que o protagonismo feminino também foi perdido ou é posto em questão (e no caso da cerveja, a gravidade da mulher ter sido tornada objeto numa ambiência em que fora sujeito do conhecimento e da produção por tanto tempo, uma absoluta inversão de papeis) e estratégias, rupturas, respiros e desdobramentos para que permaneçamos e sigamos fortes nesse mundo que insiste em ser machista, racista e lesbofóbico. Um mundo a ser reconstruído, missão na qual nós, mulheres, temos um papel fundamental” –  diz o texto de chamada para o evento publicado no Facebook.

Segundo as organizadoras a ideia do I Encontro Nacional de Cervejeiras Feministas nasceu do encontro virtual entre cervejeiras de 3 estados e regiões do Brasil e do desejo de brassar uma “cerva” juntas e, assim, perceber como esse processo de produção de saber absolutamente feminino vem sendo retomado pelas mulheres em diferentes partes do país.

“Agora chegou o momento de degustar essa cerveja dando continuidade às discussões, debates, rupturas, desconstruções, reconstruções, encontros e afetos potentes oriundos do primeiro momento” – salienta o informe.
Em sua primeira parte, nos dias 21 e 22 de janeiro de 2017, foi produzida uma Red IPA, com a presença de muitas outras mulheres cervejeiras, militantes, feministas, admiradoras da bebida.

No sábado (19), o  I Encontro Nacional de Cervejeiras Feministas – parte 2 será realizado na Rua Vitor Meirelles, 332, Bairro do Riachuelo, Zona Norte do Rio de Janeiro, e no domingo (20) na mesma rua só que no número 539. As inscrições podem ser feitas na página do evento no Facebook – I Encontro Nacional de Cervejeiras Feministas – parte 2.

 

Comente com o facebook
Compartilhe:
Sem comentários

Poste um comentário

Aumentar a fonte
Alto Contraste