Sindipetro-RJ apóia petroleiros mexicanos que lutam contra privatização de ativos

A plenária de organização da greve petroleira, realizada na última segunda 27, no auditório do Sindipetro-RJ, aprovou moção de solidariedade aos petroleiros mexicanos, que lutam contra a venda de terrenos, instalações, equipamentos e estruturas do Complexo Petroquímico de Escolin, nos municípios de Poza Rica e Coatzintla. Além da suspensão da venda, os petroleiros querem uma auditoria completa e independente sobre a real situação dos ativos do Complexo de Estolin.

A luta dos petroleiros vem recebendo o apoio de sindicatos e movimentos sociais da região, que vão participar de manifestação nesta quarta 29, ao meio-dia, na torre da Pemex (Petróleos Mexicanos), na Cidade do México.

Comente com o facebook
Compartilhe:
Sem comentários

Poste um comentário

Aumentar a fonte
Alto Contraste