Compartilhado insiste em atacar o transporte no CENPES

Com a implantação do voucher eletrônico no CENPES em substituição aos carros de turno, conforme o Sindicato denunciou no boletim 104, a previsão é de que entre 30 e 50 motoristas terceirizados da empresa Vix sejam demitidos. 95 trabalhadores do turno perderão o serviço do carro de turno e passarão a ser atendidos por voucher eletrônico, a partir do dia 31 /01.

O Sindipetro-RJ participou de reuniões com a hierarquia do compartilhado e com o RH solicitando que não ocorressem mudanças ou que as mesmas fossem adiadas até que houvesse um debate com os trabalhadores do CENPES e se encontrasse uma solução para manutenção dos motoristas, considerando também os riscos e as especificidades da Ilha do Fundão, dentro da diversidade de horários dos turnos.

Mas, sem qualquer transparência, a gerência executiva do Compartilhado decidiu pela implantação do novo sistema e três cooperativas de táxi foram selecionadas para este atendimento: Coopacarioca, Central Táxi Rio de Janeiro e CopaTaxi (até agora não se conhecem os critérios para sua seleção).

A direção do Sindipetro-RJ reafirma a posição do conjunto dos trabalhadores e continuará lutando para estabelecer um canal de diálogo efetivo sobre este assunto para defender os direitos dos trabalhadores, sejam próprios ou contratados.

 

Versão do impresso Boletim CVI

Comente com o facebook
Compartilhe: