Dia Nacional da visibilidade Trans tem exposição no EDISE

Segundo dados da Rede Trans, em 2018 cerca de 150 travestis e trans foram mortos brutalmente em todo o Brasil, mantendo a estatística de país que mais mata travestis e transexuais. Nesta, terça (29), é comemorado o Dia Nacional da Visibilidade Trans, e travestis e transexuais irão, novamente, denunciar casos de violência e preconceito e debater sobre como ter acesso aos direitos garantidos pela Constituição.

Marcando a data, o Grupo de Trabalho de Diversidade e Combate às Opressões do Sindipetro- -RJ promove exposição sobre o tema, em conjunto com a Campanha de Sindicalização. Cartuns de Alice Pereira, ex-funcionária da Petrobrás, estarão expostos, ao lado da banquinha de sindicalização, a partir de hoje. O trabalho de Alice pode ser apreciado até quinta-feira (31), de 7h às 17h.

E na banca de sindicalização você pode obter informações, dar sugestões, fazer críticas, sindicalizar-se e conversar sobre ações jurídicas, inclusive sobre a liminar da suspensão do equacionamento da Petros.

 

Versão do impresso Boletim CVI

Comente com o facebook
Compartilhe: