Manifesto Aposentados RJ

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Pela construção de uma Greve Nacional Petroleira, em apoio ao estabelecimento do Estado de Greve por toda a categoria

Confira a íntegra do documento que foi aprovado na assembleia de 23/03/2021

Vemos o processo acelerado de destruição da Petrobrás que construímos, com o esquartejamento e venda de seus ativos, e sentimos na pele todo o descaso com os trabalhadores devido ao processo combinado de retirada de direitos. Confiscaram nossas aposentadorias com PEDs, sob uma legislação que permite o absurdo de descontar dos ofendidos, da ativa ou aposentados e pensionistas, os danos que terceiros lhes causaram, seja por ação ou omissão e até por gestão temerária ou fraudulenta.

Agora, em plena pandemia, com os riscos de adoecimento e morte aumentados, vimos a direção da Petrobrás, nomeada por Bolsonaro, impor reajustes estratosféricos nas contribuições dos trabalhadores, aposentados e pensionistas, inviabilizando, para muitos, sua efetiva manutenção, jogando essa responsabilidade privada da Petrobrás para a rede pública SUS, já mais do que sobrecarregada.

Para piorar, não bastasse toda essa violência, passamos a conviver com descontos abusivos em nossas aposentadorias e pensões, de que sequer temos a devida, clara e prévia informação quanto ao que nos cobram e confiscam, muitas vezes inviabilizando honrar nossos regulares compromissos e custos com alimentos e medicações.

Nos insurgimos contra todos esses desmandos, temos os combatido, sempre, nos campos administrativos e jurídicos, mas sabemos da necessidade de nossa luta enquanto categoria e classe trabalhadora. Nossa história nos honra no campo da luta. A PETROBRÁS, ainda é o que é, e chegou tão longe, muito por causa da contínua luta dos trabalhadores contra as várias gestões que, literalmente, a sabotavam.

A construção de uma GREVE NACIONAL PETROLEIRA é mais do que urgente. Portanto, apoiaremos todos os esforços que forem realizados para a efetivar e, assim apoiamos o estabelecimento do Estado de Greve por toda a categoria, as mobilizações em curso por todo o país, os esforços de unidade com outras categorias que convivem com os mesmos ataques que sofremos, bem como os esforços de combate à pandemia, como a oferta de auxílio emergencial à população combinadas com as medidas de distanciamento social que se façam necessárias frente ao agravamento do quadro de adoecimento e morte na população em geral e em petroleiros.

Avancemos para efetivar a luta!

Destaques