COVID-19: aumenta o número de contaminados na P-77

Sobe para nove o total de contaminados na plataforma que vive um surto entre os embarcados

O Sindipetro-RJ apurou que na quinta-feira (08/07) foram identificados mais quatro trabalhadores contaminados por COVID-19 após testagem a bordo realizada na plataforma P-77 que vive um surto, sendo que outras oito pessoas (contactantes) foram desembarcadas. Agora, com os números atualizados já são nove contaminados na plataforma que atua no campo de Búzios, área do Pré-Sal.

Justiça obriga a Petrobrás a emitir CAT

Ao longo da pandemia , nas plataformas que compõem o campo de Búzios, ocorreram diversos surtos de COVID-19, com a Petrobrás não emitindo CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho).

Mas o Sindipetro-RJ obteve vitória na Justiça em sentença que obriga a Petrobrás a emitir a CAT em favor dos empregados que trabalham em plataformas e embarcações , que forem diagnosticados com COVID-19. O acordão da decisão foi publicado em 30 de junho, último.

A decisão abrange casos do passado, atuais e futuros que tiveram exposição/contato com pessoas/trabalhadores diagnosticados com COVID-19 a bordo e obriga a emissão da CAT num prazo de 48 horas.

Desde o início da pandemia, o Sindipetro-RJ vem solicitando insistentemente à empresa, em reuniões e através do envio de ofícios, a emissão de CAT para os casos de COVID-19, mas a empresa contestou afirmando que o pedido não encontrava amparo na legislação acidentária vigente e chegou a afirmar em nota que “considera indevida a emissão de CAT em toda e qualquer situação de contaminação de empregados pela doença”.

Comente com o facebook
Compartilhe: