Todos contra a terceirização das operações prediais

Nesta quarta-feira (27/12) acontecem duas importantes mobilizações contra a terceirização das operações prediais na Petrobrás: às 7h, no Cenpes (Praça das Bandeiras); e às 12h, no Edise (Av. Chile). Participe.

Os setores de operação e manutenção são estratégicos e as tentativas da direção da Petrobrás de terceirizá-los são parte da política de redução de efetivos próprios e de privatização/desmonte das estruturas da empresa. É preciso reagir. Daí a importância das mobilizações desta quarta-feira (27), inclusive para a conquista de um ACT sem perdas de direitos.

O trabalho dos que operam subestações de energia, simuladores, minirrefinarias, laboratórios de pesquisas, controle de dutos, centros de tecnologia da informação e processos de automação exige especialização, experiência e, sobretudo, comprometimento com a Petrobrás.

Na verdade, toda a operação do Sistema Petrobrás está em risco de terceirização. É o caso de Tebig, TABG, Tevol, Tejap, UTE-BLS/BF e CNCL, entre outros.

Plenária desta quarta (27) para organizar a greve do dia 3

Também nesta quarta (27), a partir das 17h, no auditório do Sindipetro-RJ (Av. Passos, 34 – Centro), acontece a plenária de organização da greve do dia 3/1. A greve petroleira.

A tentativa da Petrobrás de impor um ACT rebaixado e com corte de direitos foi rejeitada pela maioria das bases da FNP e por muitas assembleias da base da FUP. Os petroleiros entendem a greve como único meio de forçar a empresa a apresentar uma nova proposta de Acordo Coletivo.

Agora é mãos à obra. É organizar a greve por um ACT digno, contra a perda de direitos. Todos à plenária desta quarta.

 

 

 

 

 

 

Comente com o facebook
Compartilhe: