Orientações para Greve

A greve é um direito humano fundamental. Sem ela, a liberdade sindical é amordaçada, a negociação coletiva torna-se uma farsa e o próprio conceito de uma sociedade democrática é colocada sob suspeita. Nem sempre as cam­panhas salariais desaguam em greves, mas a sua possibilidade é indispensável para que a negociação tenha equilíbrio entre empregado e empregador.

A própria Declaração dos Princípios e Direitos Fundamentais do Trabalho, da Organização Internacional do Tra­balho (OIT), enquadra a greve como parte dos direitos políticos e sociais de todo cidadão. Como o Direito de Greve é a única forma de equilibrar minimamente a relação capital versus trabalho, é utilizado pelos organismos interna­cionais como um dos critérios básicos de realização do Regime Democrático. Onde não há Direito de Greve, não há Democracia.

No site do Sindipetro-RJ publicamos uma cartilha elaborada pela FNP (http://bit.ly/CartilhadeGreve)  sobre o Di­reito de Greve e orientações relativas às mais diversas formas de mobilizações e greve.

Quarta-feira (12/06) ÀS 12H45
Reunião preparatória para o dia 14, com as bases, em todos os prédios administrativos

 

ASSEMBLEIAS REALIZADAS DE 28/05 A 06/06/2019 – INDICATIVOS UNITÁRIOS DA FNP-FUP

Comente com o facebook
Compartilhe: