Portuários em greve em Angra dos Reis WhatsApp Image 2019 01 10 at 18

Portuários em greve em Angra dos Reis

Trabalhadores avulsos do Terminal Portuário de Angra dos Reis (TPAR) iniciaram greve na quinta-feira (10) contra a retirada unilateral de diversos direitos, entre eles tíquete alimentação e uma remuneração mínima fixa, independente da demanda de trabalho local.

Portuários em greve em Angra dos Reis WhatsApp Image 2019 01 10 at 18

Com data-base em outubro, o Sindicato dos Arrumadores de Angra (SATPCAAR), vem negociando a renovação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com a empresa Techinip Operadora Portuária, que arrendou o Porto em 2009, por 25 anos. O local é de propriedade da Companhia Docas. Porém, a direção da empresa, além de não responder às reivindicações, cortou a remuneração fixa e o tíquete, em 31 de dezembro, sob alegação de estar aplicando a reforma trabalhista. Na sexta-feira (11), o Sindicato recebeu um interdito proibitório expedido pela 1ª Vara do Trabalho de Angra, impedindo a realização de atos e piquetes, sob pena de multa diária de R$ 20 mil.

Os trabalhadores também estão impedidos de acessar os vestiários, que foram trancados pela Techinip, sendo que muitos guardam objetos pessoais como roupas e remédios nos armários.

Na segunda-feira (14), às 8h, haverá reunião com o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, para debater a situação. Na terça (15), está programado um ato na porta da sede do Techinip, no Rio de Janeiro, com passeata até a Companhia Docas, para denunciar o que vem ocorrendo.  O TPAR é licenciado para movimentação de cargas e apoio logístico às atividades Offshore.

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste