Quase tragédia no TEBIG

No último domingo (07/04), durante fortes chuvas, um raio atingiu um sump tank (tanques de resíduos do processo produtivo ligados diretamente às bacias e canaletas) no TEBIG, terminal da TRANSPETRO em Angra dos Reis/RJ. Por sorte, devido ao volume alto do resíduo e à ocorrência de fortes chuvas, a chama auto extinguiu.

Acontece que essa área que possui 10 tanques de petróleo do tipo Maracanã (cerca de 80mil m³ cada um) e mais três de resíduos de menor volume, além de vários sump tanks e canaletas que podem conter resíduos de petróleo, recentemente passou a ser assistida por um único técnico de operação, o que inviabiliza o combate a incêndios.

Em áreas desse tipo é necessária a ação de pelo menos três brigadistas para o combate de um princípio de incêndio. Reduções de efetivos como esta podem contribuir para danos incalculáveis ao meio ambiente, às comunidades vizinhas, instalações da empresa e força de trabalho. Vale lembrar que o TEBIG fica às margens de um dos principais rios da cidade de Angra dos Reis e muito próximo ao mar, na Baía da Ilha Grande.

 

Versão do impresso Boletim CXVI

Comente com o facebook
Compartilhe: