Depois de adiamento, debate do Fórum de Saúde do Rio de Janeiro tem nova data

Após o adiamento, por causa da intensa chuva que atingiu o Rio na terça-feira (30/1), o debate a ser realizado na Cinelândia pelo  Fórum de Saúde do Rio de Janeiro, que reúne sindicatos, associações profissionais e conselhos da área, foi remarcado para a próxima quarta-feira (7), a partir das 18h, na escadaria da Câmara Municipal, Centro do Rio.

Na programação, o Professor José Miguel Bendrao Saldanha vai abordar os principais pontos da reforma da previdência e a forma que eles impactam a classe trabalhadora.

Para conquista a população, sob o viés do “corte de privilégios” e da “promoção da igualdade”, a campanha governamental é mentirosa e esconde o real objetivo da reforma: aumentar o tempo de exploração da força de trabalho e o redirecionamento do acesso a aposentadoria à fundos privados. Com isso, acaba penalizando os mais pobres e mantém os privilégios dos mais ricos e parlamentares.

Participe! A reforma previdenciária proposta pelo governo Temer (PMDB) prevê o corte de direitos dos trabalhadores, começando pelo direito a aposentadoria. Se for aprovada no Congresso Nacional, como quer o governo, será o maior ataque à previdência pública já efetuado no país, com gravíssimas consequências para milhões de trabalhadores.

A exemplo de outras entidades, o Sindipetro-RJ estará presente ao debate desta terça e participará das mobilizações unificadas a serem convocadas pelas centrais sindicais e federações contra a tentativa de Temer de aprovar a reforma.

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste