GT da Petros pede suspensão do equacionamento Ato em Defesa da PETROS 21022018 DSC 3720

GT da Petros pede suspensão do equacionamento

Na última quinta (24) foi realizada mais uma reunião do Grupo de Trabalho Paritário da Petros que discute o equacionamento do PSPP. O GT conseguiu ter acesso a informações importantes para chegar a um diagnóstico sobre como se formou o gigantesco déficit de R$27,7 bi.

“Esse diagnóstico é muito importante, as informações que chegaram hoje (24) trazem um horizonte da perspectiva de tentar resolver esse problema do equacionamento que é muito grave e afeta todos nós (petroleiros). No entanto, para conseguirmos avançar é necessária à unidade dentro da categoria petroleira com a FUP e Sindicato dos Marítimos” – disse Ronaldo Tedesco, integrante do GT, representando também a FNP.

O GT da Petros conta com representantes da Petrobrás, Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), Federação Única dos Petroleiros (FUP), e do sindicato dos Marítimos, entre outros.

“Vamos lutar para impedir esse PED (Plano de Equacionamento do Déficit) e garantir a sustentabilidade do Plano Petros I” – afirma o representante da FUP, Paulo César Martin.

Desde a criação do GT, em novembro do ano passado, foram realizadas cerca de 10 reuniões para debater questões atuariais, aspectos jurídicos e alternativas para o equacionamento do déficit do plano. Na última reunião, em 30 de abril, o GT decidiu solicitar à Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), órgão fiscalizador do setor, a suspensão do plano de equacionamento do déficit do PPSP enquanto o grupo estuda alternativas.

Em dois de maio, o GT foi a Brasília apresentar proposta à Previc de suspender o plano de equacionamento enquanto são analisadas alternativas para solucionar estruturalmente o PPSP. O órgão fiscalizador ficou de estudar a questão e se posicionar. Até o momento, não houve resposta formal sobre o assunto.

A próxima reunião do GT está prevista para esta terça 29 de maio.

 

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste