Justiça nega provimento de agravo contra equacionamento logo petros

Justiça nega provimento de agravo contra equacionamento

Na tarde da última quarta (9), a turma da 11ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, por unanimidade, acompanhando o voto do relator, negou provimento ao agravo de instrumento do Sindipetro-RJ , que pedia a suspensão liminar do equacionamento do Plano PPSP.

Como o acórdão ainda não foi publicado, ainda não se definiram os próximos passos quanto a um novo recurso ou outra medida. O processo segue seu trâmite na 6ª Vara Cível da Capital, ainda sem o julgamento do mérito. Nesse processo serão produzidas provas para embasarem o pedido principal formulado na ação civil pública, que é a devida apuração e pagamento das dividas das patrocinadoras.

Versão do impresso boletim69

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste