8M! Abram alas que as mulheres irão lotar as ruas!

Em reunião aberta realizada na sexta-feira (15), o GT de Diver­sidade e Combate às Opressões do Sindipetro-RJ debateu, entre outros pontos, a participação das mulheres pe­troleiras no 8 de março. Como esquen­ta para o ato, haverá concentração com roda de conversa e confecção de carta­zes tendo como temas específicos das petroleiras a luta contra a privatização, por direitos, emprego e contra o assédio.

Para além da manifestação nas ruas, o GT também está organizando a Roda de conversa “21 dias de ativismo” sobre racismo no mercado de trabalho, no dia 13 de março, às 17h30, no Sin­dicato e uma exposição cultural sobre mulheres no Sindicato hoje, petroleiras na luta ao longo da história e Marilia Regali, primeira mulher na empresa e geóloga reconhecida.

O 8 de março é uma data histó­rica em que as mulheres são prota­gonistas na luta por igualdade. No entanto, não é uma data só das mu­lheres e sim uma data da classe tra­balhadora, já que essa luta por igual­dade e direitos beneficia o conjunto da sociedade.

A organização dos atos está ocor­rendo em todo o país. No Rio, as ple­nárias já realizadas definiram como eixos centrais “Pela vida das mulhe­res, justiça por Marielle, democracia e direitos: somos contra Bolsonaro e a Reforma da Previdência”.

Versão do impresso Boletim CIX

Comente com o facebook
Compartilhe: