Áudio do TST é usado para influenciar assembleias

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Áudio do TST é usado para influenciar assembleias

Precisamos reforçar nossa mobilização, conversar com os colegas e explicar que não podemos ceder: temos que lutar até o fim por nossos direitos e empregos. A hora de resistir é agora.

Circula um áudio entre os trabalhadores da Petrobrás produzido pela comunicação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), indicando que a categoria vote a favor de sua proposta. O Jurídico do Sindipetro-RJ e diretores gravaram um vídeo de esclarecimento rebatendo as declarações do mediador.

Não existe saída sem luta coletiva! Não à proposta do TST e sim à greve!

A verdade é que a direção da Petrobrás está esmagando os trabalhadores e isso faz parte do processo de privatização. Durante o processo negocial, e mesmo antes, o único objetivo da gestão atual foi ludibriar e coagir a categoria, minar a organização sindical e levar adiante o processo de desmonte, para privatizar.

Versão do impresso Boletim CXLVIII

Errata: no vídeo erroneamente o nome do advogado Bruno Barcia está creditado como Bruno Falci

 

Destaques