Circuito Herança Cultural Africana

Por Rosa Maria Corrêa

Na quarta (05), o Grupo de Trabalho de Diversidade e Combate às Opressões do Sindipetro-RJ organizou o Circuito Herança Cultural Africana, em homenagem ao Dia da Consciência Negra (20 de novembro). Guiado por Antonio Carlos Rodrigues da Silva, secretário-geral do Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos (IPN), o Circuito na Zona Portuária do Centro do Rio de Janeiro começa no Largo de São Francisco da Prainha e passa por pelo menos 12 pontos centrais dos tempos de escravidão. “Conhecer a nossa história andando por ela é muito diferente, principalmente dessa história que nós mal conhecemos, que é pouco abordada”, disse a diretora do Sindipetro-RJ, Moara Zanetti, ao final do percurso.

Herança Africana

Imperdível o Circuito de Herança Cultural Africana que o GT de Diversidade e Combate às Opressões do SINDIPETRO-RJ realizou nessa quarta (05) em parceria com o Instituto Pretos Novos no Centro do Rio de Janeiro. Nesse vídeo, a diretora Natália Russo faz uma avaliação da atividade. Conheça!

Posted by Sindipetro-RJ on Wednesday, December 5, 2018

 

Natália Russo, diretora da FNP/Sindipetro-RJ, ressaltou que “durante o percurso não foi visto somente o lado triste e perverso da escravidão, mas também a cultura e a importante história de resistência dos africanos” e frisou que “é preciso fazer a luta contra o racismo, contra o preconceito dentro da Petrobrás, porque ele está acontecendo”. A TV Petroleira registrou o passeio: assista ao vídeo no link x e participe das agendas desse GT. Convite: na próxima quinta (13), às 17h30, na sede do Sindicato, última reunião 2018 do GT: avaliação, planejamento e confraternização colaborativa. Venha!

Comente com o facebook
Compartilhe: