Juntos somos fortes, na defesa das refinarias e da Educação!

Confira o calendário de mobilizações da sua unidade!

A FNP em todo o Brasil fará atos nas refinarias contra o anúncio das vendas. A base do Sindipetro-RJ também estará mobilizada demonstrando sua insatisfação com o desmonte da Petrobrás. Trabalhadores e trabalhadoras do CENPES, COMPERJ, EDICIN, EDISEN, TABG e TEBIG farão atos em defesa das refinarias da Petrobrás e para protestar contra o desmonte da empresa promovido por Bolsonaro, Paulo Guedes e Castello Branco. No EDISE a concentração está marcada para as 16h30, seguida de caminhada até a Candelária para o ato contra o corte de verbas na Educação.

PETROBRÁS E EDUCAÇÃO, TUDO A VER

O corte de 30% da verba da educação gerou grandes mobilizações em escolas e universidades. A luta em defesa da Petrobrás está relacionada a defesa de que os recursos advindos do petróleo sejam efetivamente utilizados em prol da população. Neste sentido, a luta dos profissionais da educação e estudantes contra a diminuição de verbas para escolas, universidades públicas e setores de pesquisas tem tudo a ver com a defesa do patrimônio público contra o entreguismo atual que, por exemplo, doou por meio de isenção fiscal para petrolíferas estrangeiras 1 trilhão de reais até 2040! A perspectiva de um país que tem tecnologia, ciência e pesquisa, ou seja, um país soberano se confunde com a história da Petrobrás, com a contribuição do Cenpes, mas também com a defesa das refinarias porque não queremos ser um país mero exportador de óleo cru, dependente em todas as esferas de países estrangeiros e refém de suas chantagens econômicas. A Petrobrás é fundamental para a educação de qualidade.

RUMO À GREVE GERAL NO DIA 14 DE JUNHO

Dia 15 de maio é também um preparativo para a greve geral marcada para 14 de junho contra a reforma da Previdência! Todas as centrais sindicais estão unidas para defender nossa aposentadoria. A FNP já definiu que irá convocar greve geral. Em breve ocorrerão assembleias.

Comente com o facebook
Compartilhe: