Não se deixe enganar por fake news

Ação articulada em redes sociais espalha mentiras para tumultuar o processo eleitoral do Sindipetro-RJ e impedir o voto de centenas de trabalhadores das plataformas

Um material apócrifo está sendo distribuído junto à base do Sindipetro-RJ, onde se afirma que a direção do sindicato pretende adiar as eleições sindicais; uma tremenda leviandade.

Como é de conhecimento público da categoria, nesta terça-feira (10) será realizada uma Assembleia Geral que elegerá a Comissão Eleitoral e, além disso, poderá ajustar o período de votação para abranger a escala de embarque do pessoal das plataformas do Campo de Búzios. Isto tudo, sem adiar a eleição, prevista para a primeira quinzena de abril.

Afinal, a quem interessa que centenas de trabalhadores, que inclusive estiveram à frente da histórica greve de toda uma geração, sejam alijados do processo? Jamais se pensou em adiar a eleição, isto não foi falado em momento algum, mas apenas autorizar a extensão do calendário e do mandato em uma semana; e isso apenas se houver segundo turno. Isto é o que a assembleia desta terça avaliará.

Quem paga por isso?

A turma que alardeia o “golpe” no panfleto apócrifo, deveria se apresentar, dizer a que veio e a que grupo afinal representa. Dois ou três mal intencionados, com uma poderosa máquina por trás, têm repercutido estas fake news nos grupos de Whatsapp, criados para organizar – e não prejudicar – a luta dos (as) petroleiros (as). No CENPES, pessoas trajando a camisa do Sindipetro-NF distribuíam o tal panfleto nas portarias principais, como se não tivessem uma base para cuidar e trabalho a fazer.

Utilizando técnicas bastante conhecidas da população brasileira nas eleições gerais de 2018, as fake news ameaçam a democracia do pleito. Denúncias caluniosas, fatos e dados fantasiosos, números e nomes que mudam a cada post, edição e descontextualização de áudios, alarmismo e mentiras sobre agressões… diversas técnicas para tentar afastar você, associado, de seu sindicato e seu poder decisório.

Temos reclamações de vários colegas que receberam mensagens privadas de números desconhecidos e de DDDs de fora do Rio. Os materiais bem diagramados, os impressos e pessoal pago para panfletar na porta da empresa, aliados às técnicas de comunicação diversionista, disparos de Whatsapp em massa deixam dúvidas sobre se até contrataram algum assessor ou instituição especializada em espalhar mentiras em mídias sociais.

Diante disso, o Sindipetro-RJ reafirma seu compromisso com a categoria petroleira, em que organiza mais um processo eleitoral transparente, e de forma democrática, tomando decisões sempre com o respaldo da categoria petroleira através de suas assembleias, como a que será realizada nesta terça. Assim, fazemos um chamado à toda a categoria para que compareça a partir das 17h30 na sede do Sindicato para dar mais legitimidade ao processo eleitoral e desmascarar aqueles que se apoiam em mentiras para manipular as eleições. Bem ao nível do que tanto criticaram em 2018.

Aqui, quem decide é o (a) associado(a)!

 

Versão do impresso Boletim 200

 

Comente com o facebook
Compartilhe: