Pegadinha do malandro: Petrobrás não aplica em minuta o acordado sobre Banco de Horas

A FNP identificou uma inconsistência na minuta de Acordo Coletivo de Trabalho enviada pela Petrobrás na última segunda (18), que trata do Banco de Horas.

“Após analisarem a minuta do Acordo Coletivo de Trabalho 2019/2020 que nos foi remetida na data de ontem (18), constataram a existência de divergências entre o teor de sua cláusula 11 (que trata do Banco de Horas) e os termos da proposta apresentada pelo C. TST em 19.09.2019 e aperfeiçoamento proposto em 25.10.2019 (…)” – aponta o documento já enviado para a Petrobrás.

Cabe lembrar que a própria Petrobrás havia manifestado a concordância com os termos da proposta apresentada pelo TST em 25 de outubro.

“Logo, se a minuta não reproduz os exatos termos da proposta apresentada pela Vice Presidência do TST no PMPP no dia 25.10.2019 (e chancelada pela companhia), devendo ser retificada a fim de que os sindicatos que integram a FNP possam assiná-la, em observância ao quanto decidido pela categoria” – salienta a FNP.

Nesta sexta-feira (22) está agendada uma reunião entre a FNP e a direção da Petrobrás a partir de 15h30 para formalizar o ACT aprovado pela categoria.

Confira o documento enviado pela FNP e sindicatos filiados

Comente com o facebook
Compartilhe: