SMS da Transpetro se nega a investigar acidente de trabalho

O SMS da Transpetro, há 6 meses,ignora o Padrão, a CIPA e o Sindipetro RJ ese recusa a abrir comissão para investigar um acidente por doença ocupacional.Com laudos de dois médicos assistentes,o empregado procurou o Sindipetro-RJ, que emitiu o Comunicado de Acidente de Trabalho (CAT) em outubro/17 registrando o acidente de trabalho. A Transpetro emitiu a CAT, em dezembro após constituir Junta Médica. O INSS, em janeiro, homologou a doença ocupacional. A CIPA já cobrou a abertura da comissão de investigação de acidente para apurar as causas. O Sindipetro RJ encaminhou ofício cobrando no dia 20/03. Ambos estão sendo ignorados.

Estamos no aguardo da empresa que diz demonstrar compromisso com a vida e respeito às diretrizes de SMS. A mesma demora nas comissões de investigação se observa em incidentes ocorridos no Cenpes, onde, desde janeiro, várias pendências se acumulam.

 

Versão do impresso Boletim LXXIV

Comente com o facebook
Compartilhe: