Trabalhadores da BR Distribuidora, precisamos nos unir já!

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Os movimentos são os mesmos. E vão todos na mesma direção.

Movimento 1: A Petrobrás lançou recentemente a proposta de Plano Petros 3 (PP-3). Um plano de modalidade de contribuição definida (CD) sem qualquer benefício de risco oferecido pela Patrocinadora. O pior plano já oferecido pela Petros foi amplamente derrotado pelos participantes e assistidos dos planos PPSP-NR e PPSP-R, patrocinados pela Petrobrás. A porta de saída da Petros foi rechaçada fortemente pelos petroleiros.

Movimento 2: A BR Distribuidora lançou nessa semana o FLEXPREV, que é um plano semelhante, oferecido agora aos participantes e assistidos da Petros dos planos PPSP-NR, PPSP-R e PP-2. Conheça: https://api.mziq.com/mzfilemanager/v2/d/d243bdaa-0468-4f64-8c09-ba0bcee9789b/28dbaf42-5afe-63d8-8ff8-174fd292cdef?origin=1

Movimento 3: o Ministério da Economia de Paulo Guedes e Bolsonaro faz estudos para transferir o patrimônio dos fundos de pensão para o sistema financeiro.

Todas essas propostas têm o mesmo objetivo. Pegar o meu, o seu, o nosso dinheiro, acumulado durante anos e entregar aos banqueiros. Sem mais compromissos previdenciários, sem mais respeito aos contratos de longo prazo.

Tudo feito nas barbas dos órgãos de controle e fiscalização que nem sequer se omitem, mas aplaudem e orientam a melhor forma de realizar esses ataques.

A luta não para! E nós precisamos ter lutadores nos conselhos da Petros para que essa luta dos trabalhadores da BR Distribuidora possa ser vitoriosa.

Por isso, pedimos o seu voto na chapa 52, Marcos André/Adaedson Costa, e na chapa 41, Vinícius Camargo/Rafael Prado, para continuar lutando!

Eleição da Petros

Vote 52 – Conselho Deliberativo
Marcos André (Titular) e Adaedson Costa (Suplente)

Vote 41 – Conselho Fiscal
Vinícius Camargo (Titular) e Rafael Prado (Suplente)

Destaques