Trabalhadores do CENPES denunciam péssima qualidade de água potável

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

O Sindipetro-RJ recebeu a informação de um trabalhador da operação do CENPES denunciando que a água do bebedouro local está com gosto de “terra”, sendo impossível o seu consumo

Após reclamação, a supervisão do setor apresentou um informe dado pela gerência dizendo que, depois de uma análise feita pela Estação de Tratamento e Reuso de Água (ETRA) do CENPES, as condições de potabilidade da água garantem a liberação do seu consumo.

Sindipetro-RJ doou água

A mesma gerência “aconselhou” que os trabalhadores procurassem outro ponto de consumo caso não queiram beber a água do local em questão e que avaliaria a possibilidade de abastecimento com água mineral a ser comprada. Ação que o Sindicato já providenciou ao fornecer 120 garrafas de 500ml de água mineral  e outras 24 garrafas de 1,5l ao setor, conforme fotos.

É obrigatório ter água potável disponível

É bom lembrar aos gestores do CENPES que é obrigatório por lei disponibilizar água potável para os funcionários. Pela lei trabalhista, a Norma Regulamentadora NR-24 (Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de Trabalho) estabelece como devem ser as condições dos locais de trabalho. A norma regula as exigências higiênicas para o bom funcionamento do ambiente de trabalho e o bem-estar das pessoas.

De acordo com a alínea h do subitem 24.5.3 da referida Norma, as condições de trabalho deverão preencher alguns requisitos mínimos como: “ter água potável disponível;”, (atualizada pela Portaria nº 1.066, de 23 de setembro de 2019).

Confira o aqui o que diz a NR-24-atualizada-2019

 

Destaques