Brasileiros rechaçam privatizações e venda da Petrobrás

Nesta terça-feira (26), o jornal A Folha de São Paulo publicou uma pesquisa do DataFolha em que sete entre dez brasileiros se dizem contrários à privatização de estatais.

No levantamento, a maioria (67%) dos entrevistados entende que há mais prejuízos do que benefícios na venda de empresas brasileiras para companhias estrangeiras. A privatização da Petrobrás é rechaçada pela maior parte da população. Pelo menos 70% se disseram contrários, e 21%, a favor.

A oposição à venda de estatais predomina nos recortes analisados por região, sexo, escolaridade, preferência partidária e aprovação do governo Temer.

No entanto, entre os brasileiros que ganham renda superior a dez salários mínimos por mês, 55% se disseram favoráveis. Este é o único recorte onde a taxa supera os 50% de aprovação. Entre os que ganham até dois salários mínimos, apenas 13% são a favor. Na pesquisa foram ouvidas 2.765 pessoas

Em agosto, o presidente Michel Temer anunciou um pacote de privatizações com 57 empresas e projetos. Na lista, 14 aeroportos, 15 terminais portuários, duas rodovias e 11 lotes de linhas de transmissão de energia. Na mira estão a Casa da Moeda, que também fabrica passaportes, e o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. A venda da participação acionária da Infraero nos aeroportos de Guarulhos, Confins, Brasília e Galeão também segue nos planos.

Comente com o facebook
Compartilhe:


Aumentar a fonte
Alto Contraste