FNP e FUP realizam Seminário Nacional de Greve

Nesta, sábado,  31 de agosto, a FNP e a FUP realizam no Rio de Janeiro o Seminário Nacional de Greve para traçar uma estratégia para a greve, dada a recusa da gestão Castello Branco/Bolsonaro em negociar um acordo justo com os/as petroleiros/as e chamar o Tribunal Superior do Trabalho (TST) para mediar o ACT.

Apesar disso, a maioria das assembleias da categoria já rejeitou a proposta da Petrobrás que retira direitos do ACT. Esse resultado está sendo fundamental para fortalecer a luta.

Durante as assembleias, a empresa abusou na prática de assédio, com ameaças de retirada de funções gratificadas e cargos de confiança – supervisores, coordenadores e gerentes foram forçados a comparecer em assembleias para votarem a favor da proposta da direção da Petrobrás e solicitaram que os seus subordinados fizessem o mesmo.

Por isso, agora é hora de as federações unificarem a luta por nenhum direito a menos e contra o desmonte da Petrobrás. A greve nacional petroleira é a única forma de vencer a intransigência da Petrobrás e fazê-la avançar na proposta de um ACT que preserve os direitos dos petroleiros.

Fonte: FNP

Comente com o facebook
Compartilhe: