Cresce a curva da COVID-19

Enquanto o desgoverno Bolsonaro só pensa em flexibilizar as medidas de isolamento que estão salvando as vidas dos brasileiros, aumenta cada vez mais o número de mortos por falta de atendimento nos hospitais da rede pública de saúde.

A cada atualização de informações, vemos crescer também o número de casos de COVID-19 entre os petroleiros. E esta situação se agrava ainda mais, porque os trabalhadores das plataformas, por exemplo, que desembarcam diariamente sem o quadro da doença, mas conviveram com quem apresentou os sintomas, não estão sendo testados. Estes trabalhadores estão seguindo para casa, para o encontro de seus familiares utilizando inclusive transportes públicos.

A inércia da gestão da Petrobrás, alinhada ao bolsonarismo, em tomar medidas emergenciais está se refletindo agora na categoria. Poderia, por exemplo, estar adotando uma série de medidas como o teste para todos e o contingenciamento de operações, mas limita-se a impor desmedidas para atacar ainda mais os direitos dos petroleiros.

Nos últimos dias foram constatados casos de petroleiros contaminados envolvendo desembarques de trabalhadores com sintomas da doença. Leia mais em https://bit.ly/desembarqueCOVID

O Sindipetro-RJ tem agido de forma rápida para mobilizar os petroleiros, organizar a luta, divulgar as notícias, tomar medidas judiciais, prestar solidariedade à categoria e à sociedade. E faz um alerta especial ao setor privado que também sofre com a falta de condições de trabalho, abusos e contaminações pela COVID-19. Veja a matéria na íntegra em https://bit.ly/equinorCOVID

Se você tiver alguma denúncia para fazer, não demore,faça a sua parte: contato@sindipetro.org.br

 

Versão do impresso Boletim 209

Comente com o facebook
Compartilhe: