Plataformas: Sindicato pede esclarecimentos sobre fechamento de academias

Nesta segunda (19), o Sindicato enviou ofício à Petrobrás sobre o fechamento das academias a bordo das plataformas de Búzios. (Carta n. 257 – Fechamento das academias a bordo)

Os trabalhadores estão cumprindo todas as regras protocolares para o uso das academias. A medida é contraditória com decisões governamentais que já liberaram o uso dos espaços. Além disso, o sedentarismo é um dos principais fatores para queda de imunidade.

A medida unilateral prejudica a saúde dos petroleiros que em períodos fora do turno precisam praticar atividades físicas para garantir a saúde do corpo e da mente. Com jornadas extenuantes, péssima alimentação e condições no hotel pré-embarque a academia é a única atividade desestressante em quase 20 dias de trabalho.

O Sindipetro-RJ está na luta em defesa da saúde dos trabalhadores em todos os aspectos e exige o retorno das academias a bordo.

Comente com o facebook
Compartilhe: